INTERCÂMBIO

O que são os programas de intercâmbio?

Os programas de intercâmbio tornam possível aos alunos da UFSC participar de atividades acadêmicas em outras instituições de forma a poder ter essas atividades creditadas em seus currículos escolares.

Onde posso obter informações sobre os programas de intercâmbio e a legislação pertinente?

A Secretaria de Relações Internacionais (SINTER) é o órgão da UFSC que tem por objetivo promover a interação com organismos e instituições internacionais de ensino superior e se ocupa da orientação, divulgação e viabilização das atividades relacionadas aos convênios (http://sinter.ufsc.br/). A Resolução no 007 CUn/99 regulamenta o intercâmbio acadêmico no âmbito dos Cursos de Graduação da UFSC.

Quais documentos são necessários para pleitear bolsa em um programa de intercâmbio?

Cada programa de intercâmbio lança seu próprio edital com as exigências a serem satisfeitas pelos alunos para participação no mesmo e cada um destes programas tem um coordenador na UFSC. Os programas que contam com maior participação dos alunos dos cursos de Engenharia de Produção são Ciências sem Fronteiras (CSF), BRAFITEC e ERASMUS. Maiores informações sobre cada programa são fornecidas pelos coordenadores dos mesmos.

Ao conseguir aprovação para participação em um programa de intercâmbio, que providências preciso
tomar?

Antes de se afastar do país, é necessário apresentar um pedido de afastamento, dirigido ao Colegiado do Curso de Engenharia de Produção, contendo informações sobre período de afastamento (datas), universidade e País de destino, além dos dados do acadêmico (nome completo, no de matrícula, endereço, telefone e e-mail), conforme modelo anexo. Um plano de atividades a ser cumprido na instituição anfitriã (cópia) e a carta de aceitação nessa universidade também é necessário.

Clique aqui para baixar o formulário de pedido de afastamento.

É preciso fazer matrícula durante a realização de intercâmbio?

Sim, a matrícula é de responsabilidade do aluno e a mesma deve ser feita seguindo as datas previstas no calendário acadêmico. “A não renovação da matrícula ou de seu trancamento nos prazos previstos no Calendário Escolar, será considerada abandono de curso, desfazendo-se o vínculo do aluno com a Universidade” (art. 47 da Resolução No 17/CUn/97).

Não entreguei documentação informando sobre a realização do intercâmbio na coordenação do curso mas fiz minha matrícula. Há algum problema?

Ao fim do processo de matrícula, a coordenação verifica se há documentação do aluno que comprove que o mesmo está realizando atividade acadêmica em outra instituição no âmbito de um intercâmbio. Caso não exista um pedido de afastamento na Coordenadoria que comprove que o aluno se encontra no exterior, a matrícula em Intercâmbio será cancelada.

A universidade anfitriã está solicitando documentos assinados pela coordenação, como consigo estes documentos?

Dirija-se a secretaria da Coordenadoria do Curso com os formulários fornecidos pela universidade anfitriã devidamente preenchidos e os apresente para solicitar assinatura. A secretaria normalmente fornece alguns documentos solicitados em inglês (tais como, atestado de Matrícula ou histórico escolar). O prazo para entrega destes documentos é de 10 dias úteis. Para outros documentos, não fornecidos em inglês pela secretaria, ou documentos em outros idiomas, o aluno deverá providenciar tradução juramentada. Uma lista dos tradutores juramentados pode ser encontrada em http://www.jucesc.sc.gov.br/index.php/informacoes/tradutores.

Posso retornar antecipadamente no Programa Ciência sem Fronteiras?

O bolsista poderá retornar antecipadamente caso: (1) as atividades acadêmicas no exterior já tenham sido concluídas ou por problemas de saúde e (2) tenha a anuência da coordenação do seu curso por meio de declaração. Cabe à instituição concedente aprovar o retorno antecipado. Em caso de retorno por problemas de saúde, o bolsista deve anexar laudos médicos e/ou atestado.
Para anuência de retorno antecipado é necessário:
1. Enviar um comprovante/declaração emitido pela universidade estrangeira, indicando que o retorno antecipado não atrapalha as atividades na universidade anfitriã, ou seja, que o semestre não será interrompido e que as atividades acadêmicas serão concluídas antes do retorno antecipado. O aluno não pode perder o semestre que está cursando no exterior.
2. O aluno escreve uma solicitação endereçada ao coordenador de curso, explicando o que deseja e justificando (com datas). O aluno assina e envia ao coordenador. Pode ser digitalizada e enviada por e-mail. O coordenador imprime, escreve “de acordo” e assina/carimba.