Canadá

Polytechnique de Montreal

  • “Sou Leonardo Lealdino Silveira, estudante de Engenharia de Produção Civil e estou realizando intercâmbio para a Polytechnique de Montreal – Canadá em 2015/2. A Universidade (http://www.polymtl.ca) apresenta cursos de diversas áreas da engenharia e abriga alunos de diversas nacionalidades. A Polytechnique é ligada à Université de Montreal, sendo que ela é responsável pelas engenharias e a Université de Montreal é responsável pelas demais áreas. Estou cursando aqui uma disciplina do mestrado e mais quatro disciplinas da graduação. Uma coisa que é diferente do ensino é que todas as disciplinas tem laboratórios, o que ajuda e muito o aprendizado. Na disciplina do mestrado estou realizando um projeto que é a implementação de uma ferramenta de just-in-time em uma empresa. No intercâmbio estou buscando conhecimentos extras ao que realizei em todo o currículo da UFSC. Outro curso que estou fazendo aqui é de Manutenção e Segurança, onde estou aprendendo ferramentas a serem empregadas para diminuir o custo junto a falhas no processo produtivo (TPM, SMED, Manutenção preventiva, etc.). A cidade é muito interessante e multicultural. A língua é uma dificuldade, visto que o Francês é o idioma oficial e as aulas são ministradas nessa língua. Entretanto, a universidade oferece cursos de língua francesa para os alunos de intercâmbio. O clima no verão é bastante agradável, entretanto no inverno é bastante frio. Para quem desejar mais informações, pode entrar em contato por leo_ls013(at)hotmail.com”.
  • “Sou Luiz Filipe Tomazi, estudante de Engenharia de Produção Civil e realizei intercambio para a École Polytechnique de Montréal– Canadá em 2015/2. A Universidade (http://www.polymtl.ca/) apresenta cursos de diversas áreas e abriga alunos de diversas nacionalidades, porém a grande maioria dos intercâmbistas são franceses. A Engenharia Industrial da universidade é muito boa, contando com professores com experiência na prática, tendo em vista que a dedicação não é exclusiva. Além de bons professores, o método de ensino da maioria das disciplinas consiste em aulas teóricas e aulas práticas no laboratório. Fiquei hospedado em uma casa com outros brasileiros na estação de metro Cremazie, uns 40 minutos da universidade. A cidade inteira é interligada por metro e ônibus, sendo a mobilidade um dos pontos positivos da cidade. Nessa região do Canadá existem diversas indústrias, não obtive contato com as mesmas, porém vi diversas vezes representantes das empresas recrutando os estudantes da Polytechnique. A cidade é muito interessante e multicultural (http://www.quebecregion.com/en/), sendo a maior cidade da província do Quebec. A língua é uma dificuldade, visto que o Francês é o idioma oficial e as aulas são ministradas nessa língua, porém existe algumas universidades em Montréal que ministram suas aulas em inglês. Para quem deseja melhorar seu nível de inglês e ainda aprender o francês, Montreal é a cidade perfeita para isso, tendo em vista que a maioria dos habitantes são bilíngues. O clima no verão é bastante agradável entretanto no inverno é bastante frio. Para quem desejar mais informações, pode entrar em contato por filipetomazi(at)gmail.com”.