Histórico

HISTÓRICO DO DEPARTAMENTO – EPS

SOBRE O DEPARTAMENTO

 

No início dos anos 1970 foi criado o Departamento de Engenharia Industrial que no finalda década recebeu a sua denominação atual: Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas (EPS) . Em 1972 foi formalizado o curso de pós-graduação em Engenharia Industrial, em nível de Mestrado, que, desde 1977, mudou a denominação para Programa de Pós- Graduação em Engenharia de Produção.

Em 1979 foram criadas, em nível de graduação, as habilitações em Engenharia de Produção nas áreas de Engenharia Civil, Engenharia Mecânica e Engenharia Elétrica, sendo pioneiras na implantação das habilitações no Brasil. Em 13 de dezembro de 1983, através do processo Nº. 23000.012128/83-2, consubstanciado no parecer Nº. 581/83, o Plenário do Conselho Federal de Educação aprovou, por unanimidade, o reconhecimento do curso de Engenharia, habilitação em Engenharia de Produção Mecânica. Da mesma forma, em 13 de dezembro de 1983, através do processo Nº. 23000.12129/83-9, com o parecer Nº. 582/83, o Plenário do Conselho Federal de Educação aprovou, por unanimidade, o reconhecimento do curso de Engenharia, com habilitação em Engenharia de Produção Elétrica. Já em 15 de fevereiro de 1984, consubstanciado no processo 23.000.012.127/83-6 e parecer Nº. 86/84, o Conselho Federal de Educação, aprovou por unanimidade, o reconhecimento do curso de Engenharia, área Civil, habilitação em Engenharia de Produção.

Desde sua concepção, parcela significativa das disciplinas destas habilitações é oferecida pelas engenharias tradicionais, diferenciando pelas disciplinas oferecidas pelo campo de conhecimento da Engenharia de Produção. Esta concepção, subdividida em habilitações, permitiu a otimização dos recursos da Instituição. Em 1989, o Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção passou a oferecer o Curso de Doutorado e, em 2002, após uma reestruturação total, surgiu o novo Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. O EPS, desde sua criação em 1970, já diplomou mais de 1000 alunos de graduação, mais de 4000 dissertações de mestrado e mais de 400 teses de doutorado.

 

PRINCIPAIS MARCOS HISTÓRICOS

 

Marco

Ano

1969

Criação do Mestrado em Engenharia de Produção na Escola de Engenharia Industrial

1970

Criação do Departamento de Engenharia Industrial

1972

Formalização do curso de Pós-Graduação em Engenharia Industrial, em nível de mestrado.

1977

Renomeação do Curso de Pós-Graduação para “Curso de Pós-Graduação em Engenharia de Produção”

1979

Renomeação do Departamento de Engenharia Industrial para Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas

1979

Reconhecimento do Curso de Pós-Graduação em Engenharia de Produção pelo Conselho Federal de Educação.

1979

Criação das habilitações em Engenharia de Produção nas áreas de Engenharia Civil, Engenharia Mecânica e Engenharia Elétrica.

1983

Aprovação e reconhecimento do curso de Engenharia de Produção Mecânica e do curso de Engenharia de Produção Elétrica, pelo Plenário do Conselho Federal de Educação.

1984

Aprovação e reconhecimento do curso de Engenharia de Produção Civil, pelo Plenário do Conselho Federal de Educação.

1984

Reconhecimento das habilitações em Engenharia de Pr odução nas áreas de Engenharia Civil, Engenharia Mecânica e Engenharia Elétrica pelo Ministério de Estado da Educação e Cultura.

1989

Criação do curso de doutorado em Engenharia de Produção

2002

Reestruturação do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção